Cuidado, trabalho doméstico e serviços essenciais

“O direito à proteção no trabalho não se distribui de forma equânime para as cuidadoras. Aquelas que são contratadas por famílias são convocadas a assumir os riscos dos tempos de pandemia: seja passando todo o período de quarentena junto aos idosos cuidados, se arriscando no transporte público – junto a outros trabalhadores diversos – para chegarem até as casas dos idosos, ou ainda, sendo dispensadas e perdendo sua fonte de renda.” Neste texto publicado na revista Horizontes ao Sul, a pesquisadora do LabGen Anna Bárbara Araujo fala sobre trabalho doméstico e cuidado no contexto da pandemia. Leia aqui.