“Dilemas e perspectivas dos feminismos no Brasil contemporâneo”

“Há pouquíssimo tempo, por volta de 2015, eu acreditava que a minha geração teria sido, talvez, a última empenhada na luta das mulheres. Até que um vozerio, marchas, protestos, campanhas na rede e meninas na rua se aglomeraram”. O depoimento de Heloísa Buarque de Hollanda expressa percepções de várias lideranças históricas do movimento feminista no Brasil. Até recentemente, muitas pensavam que o feminismo estava em crise, fosse por dificuldade de renovação de seus quadros, fosse pela falta de efervescência cultural em torno das suas pautas. E então veio a “explosão”. Leia aqui a resenha completa do livro “Explosão feminista”, organizado pela professora Heloísa Buarque de Hollanda (UFRJ), publicado na Revista Sociologia & Antropologia.